Você está aqui: Home / Cidade, Destaques, Notícias, Região / Quantos empregos são perdidos na importação de têxteis e confeccionados

Quantos empregos são perdidos na importação de têxteis e confeccionados

.

Defesa do Setor Têxtil e de Confecção do Estado de São Paulo.

Chico Sardelli (PV), coordenador da Frente Parlamentar em Defesa do Setor Têxtil e de Confecção do Estado de São Paulo, participou, no dia 17/1, em São Paulo, do lançamento da campanha “Moda Brasileira: Eu uso, Eu assino!”. No evento, também foi inaugurado o Importômetro, ferramenta que mostrará em tempo real quantos empregos são perdidos a cada centavo de dólar de importação de têxteis e confeccionados.
É uma ação inédita de mobilização nacional em favor do fortalecimento das empresas e em defesa dos empregos no setor, promovida pela Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil) e Sinditêxtil-SP (Sindicato das Indústrias Têxteis de São Paulo). Ao lado da indústria de calçados, as fábricas de tecidos e as confecções brasileiras estão entre as que apresentam maior déficit na balança comercial. De acordo com a Abit, a cada segundo são importados US$ 214 de têxteis e confeccionados. Em consequência, a cada minuto, um emprego deixa de ser gerado no País.
Outro objetivo da campanha é colher o máximo possível de assinaturas, para ser levado ao Congresso Nacional um pedido de tratamento especial visando um regime tributário competitivo para a confecção.(da)

 

 

 

 

 

Fonte: http://www.al.sp.gov.br

Comments

Tags: , , , , ,

Envie um comentário

Responsável Rodrigo Tomaz. Powered by WordPress.