Você está aqui: Home / Cidade, Notícias / Pesquisa coloca Botucatu entre as 60 melhores cidades brasileiras para se viver, enquanto isso São Manuel fica 3992°

Pesquisa coloca Botucatu entre as 60 melhores cidades brasileiras para se viver, enquanto isso São Manuel fica 3992°

.fica

O município de Botucatu é a 52ª melhor cidade do Brasil para se viver. É o que revela a quinta edição do Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM), elaborado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, baseada em dados de 2010. Com periodicidade anual, recorte municipal e abrangência nacional, o IFDM foi criado para acompanhar a evolução socioeconômica dos 5.565 municípios brasileiros. O levantamento considera três áreas de desenvolvimento – Emprego & Renda, Educação e Saúde – e utiliza-se de estatísticas oficiais divulgadas pelos Ministérios do Trabalho, Educação e Saúde.

Na comparação com a pesquisa anterior, que levou em conta dados de 2009, Botucatu avançou 45 posições, saltando do 97º para o 52º lugar no Brasil. Entre os 645 municípios paulistas, a cidade também ganhou posições importantes, passando da 64ª para a 42ª posição. A média brasileira do IFDM atingiu 0,7899 pontos em 2010, um crescimento de 3,9% em relação a 2009, mantendo-se na faixa de classificação de desenvolvimento moderado.

O índice de Botucatu saltou de 0,8383 no último levantamento para 0,8779, acima da média nacional. O município figura no seleto grupo de apenas 328 localidades brasileiras consideradas de alto desenvolvimento. O índice varia de 0 (mínimo) a 1 ponto (máximo) para classificar o nível de cada localidade em quatro categorias: baixo (de 0 a 0,4), regular (0,4001 a 0,6), moderado (de 0,6001 a 0,8) e alto (0,8001 a 1) desenvolvimento.

A principal contribuição para a média brasileira partiu da vertente Emprego & Renda. O indicador manteve-se na faixa moderada, mas aumentou 8,6% em apenas um ano, passando de 0,7286 para 0,7914 pontos, como resultado da geração recorde de mais de dois milhões de empregos em 2010. Em Botucatu, o índice passou de 0,6969 pontos para 0,7662.

A categoria Educação manteve a tendência de evolução observada nos últimos anos e alcançou 0,7692 pontos, desenvolvimento moderado. A pontuação representou um avanço de 2,5% em comparação com o ano anterior, com crescimento em 81,5% dos municípios. Em particular, destacou-se a expansão no atendimento da educação infantil no Brasil, que em 2010 progrediu em mais de 80% das cidades. Em Botucatu, o índice passou de 0,8968 para 0,9376 com o município classificado na categoria alto desenvolvimento.

Na Saúde, o indicador no Brasil ficou praticamente estável, mas manteve-se em patamar de alto desenvolvimento, atingindo 0,8091 pontos: crescimento de 0,9% em 2010, quando 64,8% dos municípios avançaram nessa área de desenvolvimento. Nesse quesito, o índice de Botucatu também é superior a média nacional, tendo passado de 0,9233 em 2009 para 0,9286 em 2010. Entre as variáveis de saúde básica acompanhadas pelo estudo, o destaque de 2010 ficou para o aumento do número de gestantes com sete ou mais consultas pré-natal, o que ocorreu em quase 70% do país.

 

Levantamento – O Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) é um estudo anual que acompanha os municípios do Brasil, com base em estatísticas públicas oficiais, disponibilizadas pelos ministérios do Trabalho, Educação e Saúde. É similar ao Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), realizado periodicamente pela Organização das Nações Unidas (ONU).

 

E na cidade de São Manuel a história é totalmente diferente

3992º    569º    SP    São Manuel    0,4260    0,3158    0,7210    0,4162    0,2017    0,5368

 

 

 

anexo.novojornal.com/83312_2.pdf

 

Comments

Tags: , , , , , , , , , ,

Envie um comentário

Responsável Rodrigo Tomaz. Powered by WordPress.