Você está aqui: Home / Cidade, Notícias, Política, Região / Funcionários estão sem receber salários e benefícios de obra da prefeitura de São Manuel

Funcionários estão sem receber salários e benefícios de obra da prefeitura de São Manuel

.

.

Na manhã de segunda-feira (29), a reportagem da Radio local de São Manuel, conversou com diretores do sindicato dos trabalhadores da construção civil, 27 funcionários estão parados na obra da prefeitura em São Manuel na entrada das COHAB 1 e 2, não recebem há  mais de 80 dias e a empresa não depositou o fundo de garantia.

Segundo sindicato a empresa após não pagar seus trabalhadores disse que vai contratar outros funcionários para terminar as obras, isso gerou uma revolta entre os trabalhadores.

O sindicato da construção civil esta acompanhando, já tentou contato com o prefeito Marcos Monti com o Jurídico e não foi atendido.  O dono da empresa F.J. de Camargo e Cia contratada pela prefeitura  disse que  o prefeito  não pagou o aditivo  que falta, e alegou que a empresa  enfrenta  dificuldades  financeiras.

Prefeitura alega que pagou a empresa e agora vai tomar todas às providencias no rigor da Lei.

Os funcionários continuam sem receber explicações de ambas as partes, e a população mais uma vez sofre com as obras paradas na atual administração, a creche no CDHU e agora sem centro Integrado Educacional ao lado do cemitério.

A creche CDHU era para estar pronta em 2013, o prefeito Marcos Monti, rompeu o contrato com a empresa, alegando que a empresa não tinha condições de terminar a obra, tudo foi parar na justiça. O prefeito então contratou outra empresa em 2014, até agora a creche não foi terminada, a obra começou em 2012 e quem sofre é a população.  São 180 vagas.

Agora a pergunta que fica, será que a empresa contratada para realizar a obra na entrada das COHAB 1 e 2  tem condições de terminar?

Quando uma empresa e contratada para realizar obras publicas tem que dar garantias e condições financeiras para concluir as obras, e assim depositar valor de 5% do valor da obra. O centro Integrado de Educação que esta parado vai custar para Município mais de R$4 milhões de reais, e segundo o prefeito é recurso próprio, isso quer dizer que a garantia da empresa  é de  mais de R$ 200 mil reais.

O Sindicato disse que não houve o acordo e vai acionar a justiça o Ministério do trabalho, contra a empresa e a prefeitura de São Manuel.

 

Mais uma vez o povo vai paga o preço?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

 

 

 

Fonte: RádioFmIntegração

Comments

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Envie um comentário

Responsável Rodrigo Tomaz. Powered by WordPress.