Você está aqui: Home / Cidade, Notícias, Política, Região / Senhora de 84 anos é esquecida em Botucatu por prefeitura de Areiópolis

Senhora de 84 anos é esquecida em Botucatu por prefeitura de Areiópolis

.

Uma senhora de 84 que precisou de atendimento no Hospital Sorocabana de Botucatu as 07:00 horas da manha de ontem (23), passou por um transtorno para a voltar para a casa.
Segundo relatos a senhora utilizou o serviço de ambulância do município para chegar ao atendimento e após ser atendida as 12:00 horas foi solicitado a ambulância para ela voltar para a casa, por conta dos problemas e por estar fora de seu município.
Sem conseguir o transporte, foi solicitado novamente as 15:00 horas a ambulância, mas sem sucesso.
Uma funcionaria da Biblioteca do Município de Botucatu que fica ao lado do Hospital chegou a ligar para o Gabinete na Prefeitura de Areiopolis mas sem sucesso.
O caso causou comoção nas pessoas que estavam no local, pois a senhora não conseguia andar devido seu estado de saúde e ela alegava estar com fome.

Os populares após varias tentativas conseguiram uma carona para ela voltar de Botucatu para Areiópolis.

Procurada a Prefeitura de Areiópolis informou que esse problema se deu por conta de casos de emergências que foram atendidos, como a de um paciente acamado na UNESP que precisou de transferência e foi demorado e a ambulância ficou horas na UNESP parada.
A Prefeitura ainda disse que outros atendimentos emergenciais foram feitos como o transporte de pacientes que estavam internados no Hospital da Santa Casa de São Manuel que precisavam ser transferidos para a UNESP, pois a Prefeitura de São Manuel não faz esse transporte.
A prefeitura de Areiopolis ainda disse que um Ônibus do município faz o transporte de pacientes e que esse ônibus sai do hospital Sorocabana para retornar a Areiopolis as 10:30 e as 17:30 Horas.

Procurada a Prefeitura de São Manuel disse que o transporte de pacientes de Areiópolis é de total responsabilidade do município de Areiópolis.

Comments

Tags: , , , , , ,

Envie um comentário

Responsável Rodrigo Tomaz. Powered by WordPress.